legend
  • legend

SALVIA DIVINORUM

5,00 €
Quantidade

 

Pagamentos seguros

 

Política de entrega discreta

 

Política de devolução

Salvia Divinorum Leaves

A Salvia divinorum, também conhecida como ska maria pastora, foi descoberta pelos índios Mazatecas. Os xamãs da tribo mazateca usavam este remédio sagrado para induzir um transe. Este permitia viajar pelo inconsciente da pessoa enferma e encontrar a causa da doença.


Efeitos
Os compostos activos da Salvia divinorum são salvinorina A e salvinorina B. O principal, salvinorina A, é o alucinogénio isolado mais forte que se conhece hoje em dia. 

Fumar folhas de salva transporta-te a um estado de consciência irreal. Podes notar uma percepção alterada das coisas à tua volta. A salva também é usada para meditar porque te proporciona uma mente limpa. 

Em doses altas, não podes comparar a salva com outras plantas alucinogénias como os cogumelos mágicos e os cactos, pois tem o seu efeito único. Lê mais sobre estes efeitos em extractos de salva, estes são altamente concentrados e bons para tripar. A salva dá-te apenas uma trip pequena, 20 minutos a 1 hora. Depois disto voltas à realidade bastante depressa.

Uso

Os Mazatecas tinham dois métodos para o consumo da salva : mastigar durante muito tempo e engolir as folhas, ou dissolvê-las parcialmente em água e beber.

E importante utilizar a vnum ambiente sossegado e com pouca luz (com algumas velas, por exemplo). A televisão é terrível para esta experiência, mas música apropriada pode ser bastante inspiradora. Se não tens qualquer experiência com salva ou outras substâncias que causem alucinações, é absolutamente necessário que esteja presente, durante o uso, alguém em estado sóbrio.

Para mais dicas sobre como usar a salva (em inglês), vê a Salvia.net.

Aviso

A salva não é perigosa nem cria habituação, mas não é uma droga para festas! Por isso usa-a num ambiente sossegado e familiar, para que possas desfrutar totalmente dos seus efeitos.

Restrições de envio

Por favor verifica se este produto é legal no teu país.

Referências específicas